Cristo fonte de água viva

28-03-2011 15:31

 

O caminho quaresmal em direção à Páscoa nos oferece a mensagem de três encontros com Cristo, correspondentes ao itinerário batismal de todas as pessoas de fé: a mulher samaritana, o cego de nascença e Lázaro, o amigo de Jesus. Nestes encontros, está também a nossa humanidade, a revelação de Jesus nos aspectos de nosso batismo a ser renovado na Páscoa.

 

 

Acolhamos estas três figuras do Evangelho como companhia na estrada que vai ao monte da Páscoa. A esta altura da Quaresma, todos nós estamos em ritmo de revisão de vida, animados pela leitura orante da Palavra de Deus, conscientes de que os exercícios penitenciais nos estimulam a um novo impulso de vivência da fé.

 

 

A samaritana encontra Jesus junto ao poço de Jacó (Jo 4,5-42). Uma mulher na rotina monótona de sua vida. Descobre a existência do pecado, a própria fraqueza e a exploração de que é vítima. No fundo, uma grande insatisfação e a sede de felicidade e de paz, o desejo de uma nova vida, na qual a mulher se sinta restaurada em sua dignidade. Chama-se Salvação esta novidade! Nessa mulher estão todos os nossos sonhos, todo o nosso desejo de graça e salvação.

 

 

Só a presença e a pessoa de Jesus a fazem descobrir algo novo e melhor. No coração da samaritana e em sua situação de amargura, na qual se encontrava mais ou menos acomodada, o Mestre escava para descobrir uma fonte de água, fazendo-a descobrir a si mesma a partir de sua própria humanidade; e se realiza o encontro da salvação.

 

 

Jesus se revela fonte de água viva que jorra para a vida eterna, fonte do Espírito Santo. Ele é o novo Moisés que toca com a força de sua palavra a rocha do coração da mulher. Jesus perdoa o pecado e dá um novo sentido à existência. Ele muda, converte e é fonte de felicidade para a samaritana e para cada cristão.

 

 

O passo de Retiro no terceiro domingo da Quaresma é a participação na Santa Missa, bem preparada pela leitura e meditação dos textos da Sagrada Escritura propostos pela Igreja. Em muitas paróquias, realizam-se neste período os escrutínios de jovens e adultos que receberão os sacramentos da iniciação cristã na Vigília Pascal. Para quem faz o Retiro Popular, este pode ser também o tempo adequado para conhecer pessoas que ainda não foram batizadas e apresentá-las à Igreja. Elas poderão se inscrever no catecumenato de adultos. Você pode ser instrumento de Deus para tais pessoas!

 

 

Jesus se serve várias vezes da água para conduzir seus interlocutores às realidades espirituais.
Em Caná, transformou a água em vinho (Jo 2,8-10). No encontro com Nicodemos, convida a nascer da água e do Espírito (Jo3,4-5).
Hoje, com a samaritana, partindo da água do poço de Jacó, fala da água que jorra para a vida eterna. Vamos ao poço!
“Hoje não fecheis o vosso coração, mas ouvi a voz do Senhor”.

 

 


Ex 17,3-7

 

 

Sl 94 (95),1-2.6-7.8-9 (R/. 8)

 

 

Rm 5,1-2.5-8

 

 

Jo 4,5-42

 

 

 

 

 

 

Dom Alberto Taveira Corrêa
Arcebispo de Belém - PA
 

Dom Alberto Taveira foi Reitor do Seminário Provincial Coração Eucarístico de Jesus em Belo Horizonte. Na Arquidiocese de Belo Horizonte foi ainda vigário Episcopal para a Pastoral e Professor de Liturgia na PUC-MG. Em Brasília, assumiu a coordenação do Vicariato Sul da Arquidiocese, além das diversas atividades de Bispo Auxiliar, entre outras. No dia 30 de dezembro de 2009, foi nomeado Arcebispo da Arquidiocese de Belém - PA.


http://www.cancaonova.com/portal/canais/formacao/internas.php?id=&e=12258

 

Marcelo Brilhante© 2011 Todos os direitos reservados